sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Shimon bar Yochai

Shimon bar Yochai foi um rabino e cabalista hebreu do século II d.C.. Um dos mais consagrados discípulos de Akiba. Akiba, ao ser executado por Adriano, desenvolveu em Shimon bar Yochai seu forte sentimento anti-romano, fazendo com que fosse condenado à morte por Varus por volta do ano 161 d.C.. Tendo conseguido escapar com seu filho, refugiou-se durante dez anos em uma caverna, onde, segundo a lenda, o profeta Elias revelou-lhe o Zohar. Ao abandonar seu esconderijo, viveu algum tempo em Tiberíades e em outras cidades da Galileia, onde adquiriu reputação de taumaturgo. Segundo a tradição, realizou uma viagem a Roma para exorcizar a filha do imperador. Shimon teve participação importante na elaboração e fixação das leis judaicas, e suas decisões são freqüentemente citadas. O Rabi Shimon bar Yochai, tornou-se o mais ilustre condutor da Torá de sua geração. Foi o primeiro a conduzir a questão relativa à alma, na dimensão mística da Torá, elucidada como Cabala. O Zohar é a base da espiritualidade da Chassidut. Rabi Shimon veio a falecer no dia de Lag Baômer. Instituiu entre seus discípulos a observação do Yortsait (dia do falecimento) como um dia de regozijo.



Shimon bar Yochai

Saiba mais

 
.... - .. ., .